quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

MAIS UMA NOITE DESCONFORTÁVEL.











Com os membros esticados e cada pulso acorrentado ao tornozelo do mesmo lado. Se puxasse um pouco uma das mãos a perna era tensionada dolorosamente. Se fosse o contrário, tentando relaxar as pernas, a mesma tensão e dor atingiam os braços. Além de não ter conseguido dormir direito, fui usada em três ocasiões ao longo da noite. Mas infelizmente não foram os estupros gostosos que acontecem habitualmente. Com o sofrimento dos músculos não consegui relaxar e, em consequência, também não houve lubrificação. Então, cada vez em que fui penetrada, senti-me verdadeiramente rasgada por dentro. Foi assim o torturante castigo de encerramento do carnaval: o pagamento pelos dias divertidos e felizes que me foram concedidos. O lucro de tudo foi e é sempre ver o prazer e a satisfação estampados no rosto do DONO de mim ao ver-me sofrendo. Isto sim é sempre delicioso e faz valer a pena todo o esforço que realizo para superar-me cada vez mais e atendê-LO, suportando todos os suplícios que ELE me aplica para o meu próprio bem e aperfeiçoamento como escrava.

2 comentários:

Deixe aqui seu comentário: